Resumo: Este trabalho aborda uma das áreas da Engenharia Científica: a Bioengenharia. Área que visa ampliar as técnicas de conhecimento para ajudar no tratamento para a cura, prevenção e tratamento de diversas patologias, criando uma diversidade de aparelhos tecnológicos. O trabalho multidisciplinar ao longo dos séculos propiciou grandes avanços, para a humanidade, entre eles o biopsicossocial. A depressão é considerada o mal do século, e a gama de pesquisas executadas para o seu tratamento cresce satisfatoriamente.

Palavras-Chave: Bioengenharia, Tratamento, Depressão.

Resumo: O presente artigo vem discutir sobre as alterações cerebrais no diagnóstico do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, bem como as funções executivas e alterações do lobo frontal. O artigo traz a visão do âmbito neurológico e químico do Distúrbio e suas comorbidades, porém prioriza a discussão sobre os processos executivos e os reflexos na vida cotidiana de um individuo diagnosticado com o Distúrbio, tendo em vista suas limitações neurológicas. Cabe salientar que, as alterações neuroquímicas, psíquicas e emocionais são possivelmente tratadas, cabendo aos profissionais competentes o tratamento correto para a desmistificação do Distúrbio.

Palavras-Chave: TDAH, Funções Executivas, Alterações Neuroquímicas, Lobo Frontal.

Resumo: Pesquisas revelam que cerca de 20% da população mundial tem um ou mais episódios da depressão grave durante a vida, e cresce cada vez mais, estima-se que a depressão ocupará o segundo lugar entre as causas de doenças e incapacidade no mundo no ano de 2020. As mulheres são as principais afetadas pela doença, e a OMS avalia que a depressão ocupa o quarto lugar entre as dez principais caudas de morbidade mundial. Essa doença é visto como um verdadeiro distúrbio mental, altamente debilitante, a ponto de ser considerado por muitos como o “mal do século”. O presente estudo tem como objetivo estudar o transtorno, bem como suas causas, sintomas, e assim propor uma intervenção a fim de minimizar o impacto da mesma no indivíduo   

Palavras-chave: transtornos de humor, depressão, Transtorno Depressivo.

Resumo: entende-se o transtorno de personalidade borderline (ou limítrofe) como um padrão globalna instabilidade emocional, nos relacionamentos interpessoais, na auto-imagem e uma constante instabilidade no humor. O seguinte trabalho é um estudo bibliográfico acerca dos aspectos norteadores do (TPB), visando sistematizar os conhecimentos acerca desse transtorno, elucidar os critérios diagnósticos, as possíveis causas, os aspectos de adesão do paciente ao tratamento do transtorno e abordar a perspectiva psicanalítica no cuidado desse fenômeno. Esse trabalho ressalta a relevância de estudar essa patologia que causa sofrimento tanto para o indivíduo acometido, como para quem convive com ele. Constata-se que tem a intenção de promover discussões sobre o tema e fornecer material de estudo para a psicologia e áreas afins.

Palavras-chave: transtorno de personalidade borderline, adesão ao tratamento, perspectiva psicanalítica

Resumo: O tema deste artigo, o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, anda bastante em alta. O que seria muito bom se fosse sempre tratado da maneira correta, porém o que se vê é o termo sendo usado de forma pejorativa, por falta de conhecimento científico adequado. É um problema sério, de interesse para a saúde pública e para a sociedade em geral. Só que isto caiu no senso comum: hoje em dia todo mundo tem um filho hiperativo ou com problemas de atenção, sem nem ao menos saber ao certo o que é TDAH. O objetivo deste trabalho é esclarecer o que é o transtorno, suas possíveis causas, formas de diagnóstico e tratamento e principalmente, qual a melhor forma de se relacionar com a criança ou adolescente que o possui, dentro de casa no relacionamento com os pais e na escola, com os colegas e professores.

Palavras-chave: Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade. Criança. Aprendizagem. Tratamento.

Desde a década de 80 os transtornos alimentares-TA e questões relativas ao corpo eram preocupações de ordem feminina. Atualmente observamos, através dos estudos realizados que os homens também estão sofrendo com preocupações relativas à imagem corporal e isso se reflete no comportamento de se alimentar, na prática de exercícios físicos e na adesão às dietas (ANDRADE, 2008).

O presente artigo tem o objetivo de mostrar a escassez de estudos relacionados ao tema em questão e para tanto foi realizada uma pesquisa bibliográfica em artigos online publicados de 2005 a 2011. Os critérios de inclusão e exclusão foram relatos de pesquisa que incluíam homens de 07 a 90 anos, com base filosófica do behaviorismo radical/Análise do Comportamento. Neste levantamento foram encontradas três pesquisas que relatavam a ocorrência de transtornos alimentares em homens.

Resumo: Atualmente muito se tem discutido a respeito de assuntos ligados a indisciplina infantil e o TDAH, muitas vezes havendo uma confusão e até mesmo tratado como se fosse a mesma coisa. É frequente crianças serem constantemente rotulados por professores, colegas, e até mesmo pelos pais de rebeldes, mal-educados, indisciplinados, burras, preguiçosas... Por apresentarem uma atenção dispersa, impulsividade, desorganização, impaciência, dificuldade de aprendizagem e de relacionamento. Comportamentos como esses, dependendo da intensidade e frequência, são característicos do transtorno do déficit de atenção/hiperatividade (TDAH), popularmente conhecido como hiperatividade, classificada pela associação de Psiquiatria Americana (APA). Um diagnóstico incorreto pode acentuar ainda mais os prejuízos causados. Diante do exposto, acredita-se ter relevante importância a identificação do TDAH através de suas sintomatologias, por estudantes e pesquisadores como objeto de estudo, a fim de sanar maiores complicações no decorrer do desenvolvimento infantil.

Palavras-chave: Indisciplina, TDAH, Desenvolvimento infantil.