Introdução às Escolas de Pensamento em Psicologia

A expressão escola de pensamento em psicologia refere-se a um grupo de psicólogos que se associam ideologicamente e, algumas vezes, geograficamente com o líder de um movimento. Geralmente, os membros de uma escola de pensamento compartilham da mesma orientação sistemática e teórica e investigam problemas semelhantes.

Durante o fim do século XX, quando a psicologia estava evoluindo como uma disciplina científica distinta, o rumo da nova área foi influenciado por Wilhelm Wundt. Ele estabeleceu metas, objetos de estudo, os métodos e os tópicos para dar forma à nova ciência. Porém Wundt utilizava pensamentos filosóficos e fisiológicos de sua época.

No decorrer do tempo foram surgindo novos pensamentos discordantes do modelo de Wundt. Novas ideias sociais e cientificas se desenvolviam. Por volta de 1900 surgiram novas correntes de pensamento que tinham algumas divergências entre si. 

O estágio do desenvolvimento da ciência, quando ainda se encontra dividida em escolas de pensamento, foi denominado “pré-paradigmático”. Quando a ciência não apresenta mais escolas de pensamento com ideias discordantes, pode-se dizer que alcançou um estágio maduro e avançado que é chamado de “paradigmático”. E a psicologia ainda não alcançou o estágio paradigmático.

As primeiras escolas da psicologia surgiram advindas de protestos contra a posição sistemática dominante. Elas mostravam não apenas pontos fracos da anterior mas também “novos conceitos” e estratégias para corrigir as "falhas" da anterior.

Entretanto, nem sempre os líderes das escolas de pensamento anteriores ficavam satisfeitos com as ideias das novas escolas. O maior motivo para isso é que os psicólogos mais antigos em suas áreas eram apegados, tanto intelectualmente como emocionalmente, às suas posições e dificilmente aceitavam as mudanças. Os mais novos, que não se viam comprometidos com as ideias anteriores, adotavam o novo sistema que surgia.

As diferentes escolas de pensamento da psicologia desenvolveram-se durante o curso da história da psicologia, sendo cada uma um protesto eficaz contra a anterior. Cada nova escola usava o seu antigo oponente como alvo das investidas para ganhar destaque. Vale salientar que elas criavam novos conceitos, mas também utilizava os conceitos da escola anterior com uma “nova roupagem”.

Podemos citas dentre as principais escolas do pensamento da psicologia, ou simplesmente, escolas da psicologia, o funcionalismo, a psicanálise, o humanismo, o behaviorismo e a psicologia cognitiva.

Veja quais são as Principais Escolas de Pensamento em Psicologia.

Como citar este artigo:

Seguindo normatização ABNT para citação de sites e artigos online:

MOURA, Joviane Aparecida de. Introdução às Escolas de Pensamento em Psicologia. Psicologado, [S.l.]. (2009). Disponível em https://psicologado.com.br/abordagens/introducao/introducao-as-escolas-de-pensamento-em-psicologia . Acesso em .

Seguindo normatização APA para citação de sites:

Moura, J. A., 2009. Introdução às Escolas de Pensamento em Psicologia. [online] Psicologado. Available at: https://psicologado.com.br/abordagens/introducao/introducao-as-escolas-de-pensamento-em-psicologia [Acessed 10 Jul 2020]

Seguindo normatização ISO 690/2010 para citação de sites:

MOURA, Joviane Aparecida de. Introdução às Escolas de Pensamento em Psicologia [online]. Psicologado, (2009) [viewed date: 10 Jul 2020]. Available from https://psicologado.com.br/abordagens/introducao/introducao-as-escolas-de-pensamento-em-psicologia