O Caminho da Compreensão: o Desafio de Aceitar a Abordagem de Questões Religiosas na Clínica Psicológica

O Caminho da Compreensão: o Desafio de Aceitar a Abordagem de Questões Religiosas na Clínica Psicológica
(Tempo de leitura: 15 - 30 minutos)

Resumo: Atualmente, temas ligados à espiritualidade e à religiosidade tem se tornado cada vez mais presentes no cotidiano de nossa sociedade e, por conseguinte, tem incidido com muita frequência na clínica psicológica. Esta pesquisa objetiva, por meio da revisão de literatura sobre o tema a que se propõe, enfocar os princípios propostos pela Abordagem Centrada na Pessoa que possibilitam a compreensão de questões religiosas como parte do processo terapêutico. Para atingir tal objetivo levanta-se a seguinte situação problema: Quais as possibilidades e desafios de, na clínica psicológica com ênfase humanista, aceitar a abordagem de questões religiosas trazidas pelo cliente? Para atender a estas demandas é necessário que o psicólogo compreenda esta manifestação humana e desenvolva esta compreensão a partir da escuta das vivências de seu cliente, e não do arcabouço teórico adquirido em sua formação ou das suas próprias experiências. Isso significa que não se deve ignorar o lugar de onde as coisas estão sendo ditas, isto inclui o lugar religioso. Abordar temas religiosos não afasta o psicólogo do campo da psicologia enquanto ciência, mas aproxima-o da pessoa diante de si em sua verdadeira humanidade. Neste movimento, o terapeuta descobre e percorre o caminho da compreensão, perpassando pela assimilação da empatia e da consideração incondicional positiva, ajustando as constantes atualizações do seu cliente e a relação de suporte estabelecida.

Palavras-chave: Religião e Psicologia, Religiosidade na Clínica Psicológica, Espiritualidade e Psicoterapia.