Alcoolismo e Dependência Química em Idosos

Alcoolismo e Dependência Química em Idosos
4           Avaliação 4.00 (3 Avaliações)
(Tempo de leitura: 10 - 19 minutos)

Resumo: Dados de estudos epidemiológicos expressam que a população idosa tem crescido substancialmente ao redor do planeta. A velhice é um estágio do desenvolvimento humano atravessado por mudanças nos padrões sociais, psicológicos e biológicos que podem ser determinantes para o surgimento de problemas relacionados ao uso indevido de álcool e outras drogas. Contudo, foi observado que esses problemas ainda são subdiagnosticados entre os idosos devido a sintomatologia diversa que esses indivíduos apresentam em relação aos indivíduos mais jovens. Além disso, muitos desses sinais e sintomas podem também ser comuns em outros quadros clínicos. Outros fatores como a negação, mitos e a conduta dos profissionais de saúde podem contribuir para que o problema não seja identificado ou seja agravado através das prescrições. Os idosos frequentemente apresentam algumas comorbidades relacionadas ao abuso ou dependência de algumas substâncias que podem oferecer risco para suas vidas. Nesse sentido, é de extrema relevância que os profissionais da saúde estejam aptos para identificarem esses problemas e oferecer o tratamento adequado para esses casos.

Palavras-chave: Idosos, Alcoolismo, Dependência, Drogas.

 

Informar um Erro Assinar o Psicologado