Crianças com Altas Habilidades/Superdotação e a Relação com Comportamentos Agressivos na Escola

Crianças com Altas Habilidades/Superdotação e a Relação com Comportamentos Agressivos na Escola
1 1 1 1 1 Avaliações 0.00 (0 Avaliações)
(Tempo de leitura: 11 - 22 minutos)

Resumo: O presente artigo busca identificar se o comportamento agressivo na escola está presente em crianças com altas habilidades/superdotação. Através de uma revisão bibliográfica buscou-se levantar dados que auxiliassem nesta investigação, pois entende-se que comportamento agressivo, se presente em crianças com altas habilidades/superdotação podem confundir, prejudicar e levar essas crianças a um caos, onde não haja a constatação de seu potencial, sendo avaliadas somente por seu comportamento. Inicialmente procurou-se conceituar e identificar crianças com altas habilidades/superdotação e na sequência descrever o que é comportamento agressivo na escola.  A pesquisa partiu de uma busca realizada em artigos científicos, que discorressem sobre comportamentos agressivos na escola e posteriormente crianças com altas habilidades e superdotação, onde se pudesse verificar a relação existente e ter-se o entendimento através destes estudos já realizados. Foram utilizados 7 (sete) artigos científicos, aqui revisados e uma obra. Percebe-se nos estudos sobre AH/SD, que o comportamento agressivo se faz presente por diferentes motivos como falta de afeto (família e escola), desconhecimento do professor sobre AH/SD, a falta de reconhecimento das potencialidades destes alunos, os direcionam para a violência os tornando agressores. Está claro que os professores e família têm papel fundamental no processo escolar e que novos estudos se fazem necessários para aprofundar os conhecimentos deste tema.

Palavras-chave: Altas Habilidades/Superdotação, Comportamento Agressivo, Potencialidades.

 

Informar um Erro Assinar o Psicologado