(Tempo de leitura: 9 - 17 minutos)

Resumo: Esse estudo tem como objetivo discorrer acerca da importância da afetividade que leva em conta a motivação dos alunos no processo ensino aprendizagem para a construção do conhecimento. A discussão apresentada está subsidiada à luz das contribuições teóricas que fundamentam a psicologia cognitiva, entre outros elementos que contribuem para a progressão do conhecimento. Partimos do pressuposto de que um modelo associado aos avanços das ciências cognitivas possibilita ao aprendiz construir ativamente a compreensão do mundo. Desde há largas décadas que o corpus teórico de referência relativo aos sistemas educativos ocidentais tem sido influenciado principalmente pelos contributos da psicologia cognitiva e do desenvolvimento (Piaget, Vygotsky, Bruner) e das chamadas teorias progressistas da educação (Dewey). Estudo descritivo de cunho qualitativo tendo como sujeitos participantes estudantes do Ensino Médio da Rede Estadual da Cidade de Cabedelo/ PB e para análise dos dados estatísticos utilizou-se o programa SPSS versão 16.0.

Palavras-chave: Psicologia, Cognitiva, Aprendizagem, Afetividade, Educação.

(Tempo de leitura: 11 - 22 minutos)

Resumo: Este trabalho tem como tema, a participação dos pais no processo de escolarização dos filhos, apresentando como objetivo analisar a percepção dos pais de uma escola particular do interior do estado de Rondônia sobre a interação família e escola. Os sujeitos participantes foram seis pais de alunos da 1° ano e de uma instituição escolar. Neste sentido, para realização desta pesquisa, utilizou-se como metodologia a pesquisa de campo e a abordagem quantitativa. O questionário utilizado foi composto de nove questões fechadas e semiabertas. Os resultados nos mostram que os pais procuram participar da vida escolar dos filhos e reconhecem o beneficio propiciado com a participação no cotidiano escolar, mas que precisam do auxílio da escola para um melhor resultado. Conclui-se que a participação dos pais na escola indica possibilidades para uma relação mais próxima para o desenvolvimento do aluno e que ambos devem buscar maneiras para estimular o aluno.

Palavras-chave: Participação, Pais, Escola, Psicologia Escolar.

(Tempo de leitura: 10 - 19 minutos)

1. Introdução

Realizamos o presente trabalho em uma escola municipal de Passo Fundo para crianças autistas. O trabalho foi realizado nos meses de agosto e setembro de 2012, sendo realizadas três visitas ao local. Os objetivos de nosso trabalho foram: conhecer e compreender a dinâmica das relações de cuidados realizadas pelos professores desta escola para com as crianças portadoras de autismo.

(Tempo de leitura: 13 - 25 minutos)

Resumo: A pesquisa interessou-se por identificar os significados dos processos seletivos (ENEM e vestibular) em jovens do 3º ano do ensino médio de um colégio particular do município de Fortaleza para ingresso na universidade. Foi um estudo sobre as ideias e sentimentos para sujeitos que geralmente começam a “se preparar” antes mesmo do 3º ano do ensino médio para garantirem uma vaga numa instituição de ensino superior. Os dados foram levantados a partir de uma pesquisa com 17 alunos de ambos os sexos, de uma instituição privada. Para fundamentar a questão, buscou-se estudar alguns autores que abordam o fenômeno da adolescência e aspectos relacionados a este período, destacando-se o ingresso para a vida profissional. A realização deste estudo deu-se na forma bibliográfica e de campo utilizando-se como instrumento de dados a entrevista não estruturada.

Palavras-chaves: Adolescência, Vestibular/ENEM, Escolha Profissional

(Tempo de leitura: 17 - 33 minutos)

Resumo: As críticas ao modelo formal de ensino fazem-se maior a cada ano. Dentro das salas de aula, os professores apresentam os conteúdos, os alunos simplesmente ouvem o assunto, mas não reservam um tempo para refletir, para absorver o conteúdo. Para que haja aprendizado, o aluno deve construir uma representação pessoal do conteúdo que não se dilua enquanto o professor passa o conhecimento. Cada aluno tem sua forma de aprender, de contextualizar o conteúdo apresentado. O processo de ensino e aprendizagem envolve vários fatores, como o modelo de ensino do professor, o conteúdo das matérias e as características individuais da aprendizagem. As formas como os alunos assimilam e processam as informações que estão a sua volta são chamadas de estilos de aprendizagem que auxiliam os alunos a se conhecerem e auxiliam o professor no processo de ensino-aprendizagem. A quantidade cada vez mais crescente de estudos nesta direção aponta para um movimento que busca a qualidade de ensino. Para tanto, este trabalho objetivou-se analisar os estilos de aprendizagem dos alunos do terceiro ano do Ensino Médio de uma Escola Pública no Município de Cacoal-RO.

Palavras-Chave: Ensino, Aprendizagem, Estilos de aprendizagem.

(Tempo de leitura: 15 - 30 minutos)

Introdução

O trabalho foi realizado na Unidade Integrada “Osmar Ferreira Brandão”, instituição de ensino pública, localizada na cidade de Parnarama-MA, com alunos cursando o 6ª ano (5ª série) do ensino fundamental. 

Este trabalho busca a observação dos processos de ensino e aprendizagem dos alunos, especialmente, na disciplina de matemática e a indisciplina. E também tenta incluir a esses processos alguns exercícios psicomotores, a fim de tentar uma conciliação entre a educação tradicional e a educação do corpo, visando uma melhoria nesta aprendizagem.

(Tempo de leitura: 5 - 10 minutos)

Resumo: O lúdico na educação infantil tem sido um dos instrumentos que fomentam um aprendizado de qualidade para a criança, a partir das técnicas que promovem o desenvolvimento das habilidades fundamentais nesse processo. Nesse sentido, esse trabalho tem a finalidade de compreender a inserção da criança e das atividades lúdicas no contexto da educação infantil e os reflexos dessa prática em seu desenvolvimento global. Para tanto, utilizou-se uma pesquisa de natureza bibliográfica e elencou-se assuntos pertinentes para esse entendimento. Desse modo, foi explanado sobre a história do brincar, o lúdico na educação infantil e a importância do brincar. A partir dessas idéias houve um entendimento de que as brincadeiras com objetivo pedagógico favorecem o processo de ensino-aprendizagem e tornam o sujeito mais consciente de seu papel na sociedade.

Palavras-Chave: lúdico, educação infantil, ensino-aprendizagem.

(Tempo de leitura: 11 - 22 minutos)

1. Introdução

Sabe-se que o papel do professor transcende às metas de aprendizagem tradicionais e desta forma, demanda comportamentos pertinentes ao contexto social no qual o mesmo está inserido para a facilitação do processo de ensino-aprendizagem.  No meio educacional, há muitos estudos envolvendo estudantes e professores.

Curso online de

Psicologia Escolar

 Psicologia Escolar

Aprofunde seus conhecimentos e melhore seu currículo

Carga horária:  60 Horas

Recém Revisados