(Tempo de leitura: 19 - 37 minutos)

Resumo: O presente artigo aborda a importância da presença dos pais no ambiente escolar e como os mesmos podem contribuir para um melhor desenvolvimento na aprendizagem do adolescente, de uma vez que o envolvimento e apoio dos pais nas escolas públicas é bastante desafiadora. Levando-se em conta a estrutura familiar, social e as relações estabelecidas entre si e o meio e a forma com que estas relações são feitas, o fator emocional do aluno deve ser analisado é perceptível que o educando que convive com turbulência no dia-a-dia do seu lar, tem potencial cognitivo e social para a aprendizagem, no entanto é claro que o seu pensamento está intimamente ligado ao ambiente familiar e as suas emoções o impossibilita dispensar atenção ao conteúdo e a fala do professor. A família é sem dúvida, uma comunidade de vida, de amor, de acolhimento e os valores adquiridos em casa terão reflexos em todas as instâncias da sociedade e em particular na escola. Este artigo visa estudar as características da família contemporânea e discutir a integração dos pais no ambiente escolar, a fim de contribuir no desenvolvimento integral do adolescente.

Palavras-chave: Família, Escola, Participação

(Tempo de leitura: 13 - 26 minutos)

Resumo: Este artigo tem como tema: Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade, em busca de um entendimento em relação ao comportamento e aprendizagem da criança, se fez necessário realizar essa pesquisa bibliográfica sobre as características, causas, tratamento e orientações sobre como lidar com o Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH) na infância. Sabe-se que, em geral se associa a dificuldade na escola e no relacionamento com as demais crianças, pais e professores.  A criança portadora de TDAH nos demonstra com mais precisão as características da doença em idade escolar, e sendo assim, a compreensão do fenômeno TDAH, é importante para preparar o professor para lidar melhor com seus alunos e ser capaz de diferenciar a hiperatividade de um comportamento indisciplinado. Confirmamos pela literatura pesquisada que pessoas com TDAH passam boa parte de sua vida sendo consideradas incapazes, tendo sua autoestima rebaixada apresentando dificuldades em relacionar-se socialmente, sendo afirmada em base teórica que esclarecerá em forma de resultados comprovados através de pesquisa. Temos por base esta pesquisa, sugerimos que poderia ser veiculado através dos meios de comunicação orientações sobre o TDAH e paralelamente a isto, serem programados cursos, palestras sobre TDAH, voltada para professores (principalmente do ensino fundamental), pais (de indivíduos com TDAH) e interessados em geral.

Palavras-chave: Aprendizagem, Comportamento, Professor-aluno, Relação, TDAH.

(Tempo de leitura: 33 - 65 minutos)

Resumo: Este estudo teve como objetivo discutir o Fracasso Escolar Diagnóstico Psicopedagógico na área da educação, a fim de conhecer mais sobre o assunto, referente às  dificuldades de aprendizagem dos discentes nas séries iniciais do ensino Básico. O estudo foi realizado com uma criança de sete anos do segundo ano do ensino básico, por meio da aplicação dos testes Diagnóstico Psicopedagógico Clínico e TDE. Os resultados do estudo mostraram que algumas crianças podem passar por dificuldades de aprendizagens e isso poderá levá-lo ao fracasso escolar. Foi concluído que faz se necessário refletir sobre o assunto a fim de poder contribuir positivamente na aprendizagem do educando em sala de aula.

Palavras-chave: Diagnóstico Psicopedagógico, Psicopedagogia, Psicologia Escolar.

(Tempo de leitura: 58 - 116 minutos)

Resumo: O presente estudo busca investigar a percepção dos professores do ensino fundamental I sobre as dificuldades de aprendizagem. Trata-se de uma pesquisa exploratória de caráter descritivo, no qual foi realizado um levantamento de dados, através de um questionário, em uma escola municipal e submetido à aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa. A escolha da amostra pautou-se nos critérios de inclusão e exclusão descrita no método. As informações coletadas foram discutidas relacionando-se ao referencial teórico de forma quantitativo e qualitativo. A aprendizagem é um processo dinâmico multidisciplinar, pelo qual o sujeito adquire conhecimento abrangendo fatos da vida e áreas do conhecimento que estão em evolução e transformação. A aprendizagem sofre influências de diversos fatores, o que leva diversas crianças a terem dificuldades de aprendizagem logo no inicio da vida escolar. Há uma grande diferença entre os termos dificuldades de aprendizagem e distúrbios de aprendizagem, mas apesar da diferença de conceituação, há ainda muita polêmica, e confusão entre autores, e consequentemente no ambiente escolar, onde é preciso uma distinção entre os dois termos. O uso indiscriminado e disseminado dos termos distúrbios, dificuldades, perturbações ou disfunções de aprendizagem nas escolas, leva a rotulações de crianças no inicio da vida escolar e que os acompanham até a formação, e não contribuem para a compreensão, prevenção e minimização dos problemas que podem ocorrer na relação ensino/aprendizagem. Buscou-se relacionar a atuação do psicólogo educacional diante desta demanda muito presente nas escolas.

Palavras-chave: Aprendizagem, Professor, Psicologia Educacional.

(Tempo de leitura: 12 - 24 minutos)

1. Introdução

O presente estudo integra as pesquisas relacionadas à problemática do Transtorno do Déficit de Atenção Hiperatividade, TDAH: O professor como mitigador do processo do ensino-aprendizagem. Com isso, há necessidade dos profissionais dos mais diversos segmentos prepararem-se para as novas demandas existentes na sala de aula. Nesse cenário focalizamos o professor, o qual lida  intrinsecamente com o conhecimento no processo ensino-aprendizagem, por isso dele é exigido à busca incessante pelo saber, a capacitação contínua para que preparado, possa lidar com o novo, com os desafios, sendo o pleno desenvolvimento do educando, o que assim destaca a criança com TDAH.

(Tempo de leitura: 11 - 22 minutos)

Resumo: Este artigo tem como finalidade discutir o Transtorno de Conduta de forma a envolver escola e família no tratamento em prol da criança ou adolescente, com o objetivo de minimizar os sintomas. Muitas vezes, o transtorno de conduta é confundido com comportamentos normais de adolescentes, o que pode dificultar e atrasar o tratamento, de forma a agravar os sintomas com o passar do tempo. O tratamento do transtorno de conduta necessita muito esforço dos familiares, educadores e terapeutas para que, de fato, exista uma qualidade de vida melhor e mais adequada para a criança ou adolescente e para os familiares, proporcionando melhoras significativas nos contextos aos quais esse paciente está inserido.

Palavras-chave: Transtorno de conduta, Infância, Família, Escola, Psicologia.

(Tempo de leitura: 16 - 32 minutos)

Resumo: Este trabalho objetivou pesquisar sobre o fenômeno da evasão universitária, investigando os motivos que levam os alunos a tomarem a decisão de evadir. O sonho de obter um diploma de curso superior é ambicionado por muitos jovens brasileiros, um grande número ingressa no ensino superior, mas, também, amplia-se a cada dia o número de alunos evadidos. Através desta pesquisa bibliográfica, constatou-se que as investigações frente ao fenômeno da evasão universitária no Brasil são bastante recentes e poucos autores trabalharam sobre esse tema. Também constatou-se que os motivos que levam esses alunos a evadirem são multifatoriais. Sugere-se que o tema seja alvo de pesquisas no campo da Psicologia e que estas possibilitem aos psicólogos a elaboração de ações práticas que possam ser adotadas não somente para frear o fenômeno, mas principalmente que proporcionem condições ao jovem de aumentar sua segurança para enfrentar os desafios do processo decisório diante de sua carreira.

Palavras-chave: Evasão Universitária, Jovem, Função do psicólogo.

(Tempo de leitura: 10 - 20 minutos)

Resumo: O estudo enfatiza considerações relevante sobre o Programa Bolsa Família, como alternativa que se destina a crianças de classes menos favorecidas, no que diz respeito ao assistencialismo social como fator de inclusão, essencialmente no desenvolvimento, manutenção e permanência escolar dos alunos beneficiários e respectivamente suas famílias. O processo metodológico quanto ao seu delineamento no intuito de atender aos objetivos propostos, caracterizou-se pelo embasamento de diversos autores que estudam a relação Bolsa Família e educação.

Palavras-chave: Programa Bolsa Família, Inclusão, Crianças e Educação.

Leia mais com Kindle

Tenha a melhor experiência de leitura com seus livros em um Kindle.

Curso online de

Psicologia Escolar

 Psicologia Escolar

Curso 100% online e com certificado de 60 Horas

Boletim por e-mail

Junte-se aos mais de 98.210 leitores que recebem nosso boletim eletrônico:


Parceiros

Portal Psicologia