A Extensão Social Educação e Trabalho - PSI/SULACAP/UNESA

A Extensão Social Educação e Trabalho - PSI/SULACAP/UNESA
(Tempo de leitura: 12 - 24 minutos)

Resumo: Este artigo apresenta a experiência da Extensão Social Educação e Trabalho do curso de Psicologia, no campus Sulacap/UNESA. Observando as demandas do mercado de trabalho por candidatos capacitados e discentes buscando essa absorção propomos ações para qualificação profissional, para apresentação ao mercado de trabalho e participações em processos seletivos. Através da captação/divulgação de cursos, eventos e vagas (emprego e estágio) consolidando parcerias com empresas/consultorias (sem ônus) e proporcionando perspectivas interdisciplinares desenvolvidas através de três dimensões. No monitoramento de performance dos extensionistas, na comunicação com as empresas e na interdisciplinaridade entre cursos, setores e campi. Seus resultados são apresentados de forma semestral com base nas ações realizadas junto à comunidade acadêmica e empresarial, em estrutura evolutiva, em processo educativo, social e cultural que articula ensino e pesquisa, valorizando a construção de conhecimentos de forma indissociável e viabilizando uma relação de transformação entre a universidade e a sociedade.

Palavras-chave: Extensão Universitária, Extensão Social, Educação, Trabalho.

1. Introdução

A extensão universitária é um dos pilares para desenvolver uma formação acadêmica plena, que integra teoria e prática em interfaces com a sociedade e a possibilidade de trocas de necessidades entre ambas.

O propósito da Extensão Social Educação e Trabalho (ESET) do curso de Psicologia (PSI), no campus Sulacap da Universidade Estácio de Sá (UNESA), é convergir os caminhos entre a comunidade interna (corpo discente) e externa (empresas e familiares dos discentes), divulgando oportunidades de cursos e eventos para o desenvolvimento constante de conhecimentos/qualificações profissionais. Assim como para a apresentação de vagas de empregos e estágios para participações em processos seletivos, buscando contribuir para a empregabilidade. Com a mesma finalidade, promove eventos com produtos de conhecimentos inovadores (workshops, minicursos, palestras, entre outros) para a comunidade interna (intercampi) e externa (empresas e escolas). Teoricamente, baseia-se na Psicologia do Trabalho e, na prática, busca atender a um nicho de mercado de trabalho, entre as demandas de candidatos qualificados, já com triagem inicial, e estudantes, almejando sua qualificação e absorção.

Assim, através deste relato, este artigo descreve as etapas que fundamentaram a construção deste projeto, sua evolução, as adaptações em função dos objetivos e oportunidades, suas ações e os resultados alcançados através de suas atividades, até a presente data. A ESET está em curso.

2. A Extensão Social Educação e Trabalho (ESET)

Iniciamos com breve apresentação de alguns marcos na Extensão Universitária. Segundo Souza (2000), a extensão universitária surgiu ao longo do séc. XIX, na Inglaterra, mais especificamente na universidade de Cambridge, com o objetivo de levar aos jovens e adultos, que não tinham acesso à universidade, cursos de literatura, ciências físicas e economia política. Outras universidades, como Oxford, tiveram a mesma iniciativa e, como forma de educação continuada, criaram atividades da universidade voltada às classes mais pobres, desenvolvendo suas primeiras ações em Londres, e em seguida, se expandindo a regiões de concentrações operárias. Assim, a extensão universitária, como a conhecemos, começa a se estabelecer em várias universidades do país, migrando suas ideias para outras partes do continente europeu (Alemanha, Bélgica, França e Itália) e atravessando o continente em direção às universidades norte-americanas em 1890.

No Brasil, a extensão universitária surge no século XX, em 1931, mas limita-se à divulgação de pesquisas direcionadas à população mais instruída. Em 1960, através da influência dos movimentos sociais estudantis e do trabalho de Paulo Freire com a criação do serviço de extensão cultural na Universidade do Recife, o trabalho da extensão, indissociável do ensino e da pesquisa, assumiu um compromisso com as classes populares. (NOGUEIRA, 2005).

Segundo Brandão (1982, p.14), “ressurgiram vários movimentos populares e organizações não-governamentais e sindicais, dando fortalecimento à extensão universitária na perspectiva da educação popular”. Reconhecendo suas atividades de forma legal, iniciou-se um marco importante na extensão universitária com a criação do Fórum Nacional de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras, que, em novembro de 1987, fora renomeado como Pró-Reitores de Extensão das Instituições Públicas de Educação Superior Brasileiras. (FORPROEX, 1987).

A Extensão Universitária é o processo educativo, cultural e científico que articula o Ensino e a Pesquisa de forma indissociável e viabiliza a relação transformadora entre Universidade e Sociedade. A Extensão é uma via de mão-dupla, com trânsito assegurado à comunidade acadêmica, que encontrará, na sociedade, a oportunidade de elaboração da práxis de um conhecimento acadêmico. No retorno à Universidade, docentes e discentes trarão um aprendizado que, submetido à reflexão teórica, será acrescido à aquele conhecimento. Esse fluxo, que estabelece a troca de saberes sistematizados, acadêmico e popular, terá como consequências a produção do conhecimento resultante do confronto com a realidade brasileira e regional, a democratização do conhecimento acadêmico e a participação efetiva da comunidade na atuação da Universidade. Além de instrumentalizadora deste processo dialético de teoria/ prática, a Extensão é um trabalho interdisciplinar que favorece a visão integrada do social.

Em 1996 a Lei nº 9394, de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, estabelece a Extensão Universitária como uma das finalidades da Universidade (BRASIL, 1996, art. 43). E, agindo assim, a extensão social promove transformações entre sociedade e universidade.

Com o apoio da Universidade Estácio de Sá, a Extensão Social Educação e Trabalho, enquanto prestadora de serviços, busca distinguir os discentes da UNESA, captando, divulgando e promovendo qualificações profissionais (cursos e eventos técnicos) para apresentações ao mercado de trabalho e participações em processos seletivos (vagas de emprego e estágio), dos discentes e seus familiares, uma vez que há oportunidades a partir do segundo segmento escolar. Em relação às empresas/consultorias, contribui com maior rapidez em seus processos seletivos internos (sem ônus) e em relação ao curso/campi favorece a captação de estudantes pelo diferencial competitivo. Assim, contribui com a formação técnica e possibilidades de empregabilidade de todos os envolvidos.

Com o objetivo de estreitar parcerias entre a comunidade empresarial e a UNESA (Sulacap), esta extensão universitária busca consolidar cadastro de empresas e intercâmbio de vagas de emprego e estágios com apresentações pré-selecionadas (academia - mercado de trabalho). 

Destaca-se nossa busca por interdisciplinaridade entre os cursos de Psicologia e Gestão de Recursos Humanos/GRH (uma extensão para dois cursos); entre setores, os Núcleos de Apoio à Carreira (NAC) de Sulacap e de Teresópolis, e Espaço Estágio Emprego (E3), com aprendizagens ativas e divulgações de conhecimentos em vários eventos como a Semana de Psicologia, Mês do Currículo, Feira de Empregabilidade, III Fórum de Extensão, VIII Fórum Nacional Docente, entre outros; e, entre campi, como Sulacap, West Shopping, Norte Shopping, R9 e Teresópolis.

Assim, consolida-se a integração de conhecimentos atualizados e a prestação de serviços à comunidade com responsabilidade social. Essas atuações no mercado de trabalho e a respectiva percepção de confiança em nossos objetivos, incentiva-se a continuidade de conhecimentos, ações e estudos que auxiliam, mais e melhor, o desenvolvimento de todos os envolvidos.

Esse desenvolvimento tem se dado através de três perspectivas metodológicas. A primeira, o Monitoramento da Performance do Extensionista, com aperfeiçoamento de competências (conhecimentos, habilidades e atitudes que compõem um perfil profissional), onde o potencial e a motivação dos extensionistas são os suportes dos resultados alcançados. Focalizaremos o dinamismo dessa perspectiva mais adiante.

A segunda perspectiva refere-se à Comunicação com as Empresas. Inicialmente, se encaminhou convites para as empresas/consultorias para intercâmbios de prestação de serviços. Esses convites constavam apresentação sumariada da experiência profissional da proponente, caracterização da ESET, objetivos, estratégia de ação, resultados esperados e forma de contato com os profissionais interessados (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ). Esses convites foram encaminhados para todos os e-mails já registrados relativos às vagas divulgadas através do whatsapp “Há Vagas”. As empresas parceiras foram convidadas a participarem de nossos eventos, gratuitamente, buscando, assim, ampliar oportunidades estratégicas.

A terceira perspectiva é a busca constante de Interdisciplinaridade. Na parceria entre os cursos de PSI e GRH compartilham-se eventos entre si; há uma vaga na ESET para um aluno de GRH e vice-versa no NAC/GRH; compartilham-se as oportunidades (emprego, estágios, cursos e eventos técnicos) pertinentes à GRH, através de whatsapp, e disciplinas específicas de GRH com os alunos de PSI interessados em gestão de pessoas. A interdisciplinaridade entre setores/campi da UNESA se estendeu ao E3 (atualmente incorporado ao SIA - Carreiras) com os extensionistas participando de treinamentos para analistas de carreira e compartilhando vários eventos. No NAC/Teresópolis, há a Carreata Intercampi com a participação da ESET nos eventos. A coordenadora da ESET – Sulacap é também coordenadora do NAC/Teresópolis o que propicia um intercâmbio de conhecimentos adquiridos entre ambos os campi de forma a compartilhar, gradativamente, produtos de conhecimento, eventos e comunicações por whatsapp, pertinentes ao campus Teresópolis. Trata-se da mais recente parceria com o Comercial Sulacap, com o apoio do gestor do campus Raphael Lopes, onde a ESET busca contribuir com a captação de alunos, disponibilizando alguns dos produtos de conhecimento (oficinas e minicursos), para serem ministrados às escolas (particulares e públicas) e empresas, nas dependências da UNESA/Sulacap. O Comercial Sulacap oferece os serviços da ESET, gratuitamente, como incentivo aos clientes em potencial, como também indica vagas de empresas para ESET, o que amplia os contatos com a comunidade externa.

Em relação à viabilidade econômica, essa extensão é totalmente praticável, uma vez que utiliza o espaço físico da instituição e toda documentação é informatizada. A abrangência geográfica é o campus Sulacap e bairros adjacentes, situados na zona oeste da capital do Estado do Rio de Janeiro; porém, com o uso das redes sociais nossas ações tendem a alcances progressivamente mais amplos.

2.1. A Equipe Educação e Trabalho

A equipe de educação e Trabalho é composta por quinze participantes, sendo quatorze discentes do curso de Psicologia e um discente de Gestão de Recursos Humanos. Todos têm suas próprias responsabilidades individuais e grupais, pois um veterano treina dois calouros e o monitor apoia a todos.  A produção do conhecimento das duplas é analisada pelo grupo para observações de melhorias, antes de ser apresentada ao público. Após, há a avaliação pós-evento para os aprimoramentos constantes.  Cada dupla de extensionista é também responsável por uma atividade de controle interno: Gestão à Vista, Book Extensão, captação de oportunidades para o whatsapp “Há Vagas”, controle de divulgações desses whatsapps, postagens no facebook da extensão, mala direta de empresas, controle de recebimento de e-mails das empresas, Reflexões - mensagens para alunos sobre empregabilidade, entre outras. Todas as ações dos extensionistas em eventos, cursos realizados e treinamentos em setores internos (por exemplo, E3) são relatadas nos encontros.

Há o whatsapp “Extensão” para as comunicações informais entre os extensionistas, que agilizam todas as ações e um e-mail específico que é utilizado como o principal canal de transmissão de comunicações formais, para malas diretas de divulgação de serviços e perfis das vagas, e-mails da Vice-Reitoria Acadêmica – VRA, entre outras comunicações. A cada encontro semanal, há um registro individual das atividades e esses desenvolvimentos são encaminhados para os relatórios da VRA/Coordenação de Extensão.

2.2. Formas de comunicação mais abrangentes

Buscando visibilidade do trabalho da ESET e divulgação mais ampla para maior alcance de público, incorporamos as redes sociais como forma de aumentar nossa efetividade.

2.2.1. O Whatsapp “Há Vagas”

O “Há Vagas” é um grupo criado inicialmente com o objetivo de transmitir apenas vagas de empregos, estágios, cursos e eventos pertinentes à área da psicologia.  Contudo, no decorrer do tempo, surgiram demandas não só de alunos da psicologia, mas também de nossas parcerias com outros cursos, de familiares e conhecidos dos alunos.  Assim, organizamos três grupos, um para cada turno do curso de psicologia e um terceiro, em parceria com o curso de GRH. E, ampliamos o alcance de nossas ações para os familiares dos discentes.

No “Há Vagas” há um ambiente de qualificações e empregabilidade, uma vez que, além de vagas, cursos e eventos, por vezes, os próprios discentes organizam-se em função de quantidades de interessados em um evento para conseguirem desconto na inscrição, buscam e prestam esclarecimentos a respeito de alguma postagem, além de eles próprios também postarem oportunidades.

Ao buscar a efetividade desse meio de comunicação, observou-se que não haveria possibilidade de verificar o alcance real dessas divulgações. Para melhor entendimento, exemplificamos que em uma ocasião, uma aluna, que estava participando de um evento, obteve permissão para que este fosse gravado e informou ao grupo do “Há Vagas” que poderia repassar aos interessados, através de seus e-mails. Rapidamente, enviaram cinquenta e três e-mails. Em outra ocasião, uma aluna, reincidente, em postagens que não estavam de acordo com o objetivo do whatsapp, foi removida. Porém, esta entrou em contato, através de mensagem privada aos administradores, explicando o ocorrido, assegurando que não aconteceria novamente, ratificando que gostaria de permanecer no grupo, pois repassava as informações para muitos conhecidos, sendo assim incorporada ao grupo novamente. Em outro momento, postamos uma vaga urgente, em que faríamos a pré-seleção; o tempo de recebimento do primeiro currículo foi de oito minutos e o repasse dessa vaga resultou em dez currículos recebidos em menos de vinte e quatro horas. Realçamos que esta vaga era de ensino médio, portanto não estava direcionada aos estudantes de psicologia – usuários diretos do “Há Vagas”.

O poder desses conteúdos e conhecimentos, divulgados aos alunos por whatsapp, passou a alcançar, também, alunos de outros campi, sendo aceitos, desde que estes fossem identificados como sendo alunos da psicologia. Assim, foi se estabelecendo um canal de comunicação entre diversos alunos e alguns campi como Norte Shopping e R9, favorecendo a troca de conteúdos e oportunidades entre eles.

Na implantação do whatsapp “Há Vagas” houve grandes desafios com relação ao controle de mensagens que não condiziam com os objetivos do grupo. Foi necessário a criação de uma mensagem específica sobre os objetivos da extensão e a criação de regras básicas, onde alguns extensionistas são responsáveis por alertá-los sobre essas regras, quando necessário. Contudo, no decorrer do tempo, a iniciativa de alertar sobre as regras, o controle de conteúdo e a veracidade das postagens, passaram a ser conduzidas, espontaneamente, por todos os membros do grupo, todos atores da mesma missão.

2.2.2. O Facebook “Educação Social Educação e Trabalho”

O Facebook atualmente se consagra como uma das maiores redes sociais e ferramentas de mídia. Através da ideia de ampliação do alcance dos conteúdos da ESET foi criada uma página, com o apoio dos gestores do campus Sulacap. Até o momento divulgamos cursos, eventos e serviços relacionados aos nossos objetivos; fotos de apresentações realizadas pela ESET em eventos; filmes como recursos pedagógicos, links para cuidados na redação de currículo/Estácio Carreiras, plataforma científica da Capes; feedbacks realizados sobre os conteúdos divulgados pela página; vídeos rápidos sobre os eventos da extensão, entre outras publicações afins.

Essa é uma iniciativa recente e acredita-se que será aprimorada cada vez mais; afinal, a universidade é um local de produção de conhecimentos e a extensão visa dar visibilidade aos mesmos.

3. Resultados e Impactos Sociais

Inicia-se a descrição da estrutura deste trabalho com a apresentação semestral das ações, a fim de apreciar a evolução dos resultados desde sua implantação, em fevereiro de 2016, até outubro de 2017. A ESET continua em curso.

3.1. Primeiro semestre de 2016: A Implantação da Extensão

Após seleção para compor a equipe de extensionistas entre os discentes de Psicologia, foram elaborados os fluxos para futuros atendimentos e os respectivos formulários. Logo, foram iniciadas as qualificações dos extensionistas para performance profissional.

Em seguida, houve uma análise de conteúdo das disciplinas de GRH, com a divulgação desses conteúdos para que os alunos de Psicologia, interessados em RH, pudessem conhecer e optar (cursar) essas disciplinas, ampliando o Projeto Pedagógico do Curso (PPC) de Psicologia com os discentes interessados em Gestão de Pessoas.

Destaca-se a visita do Coordenador de Extensão e Cultura da VRA, Prof. Marcio Olímpio, que, desde a implantação dessa extensão, vem sendo parceiro atento e sempre disponível.

Paralelamente, implantou-se o Whatsapp “Há Vagas” para captação e divulgação de vagas de empregos, estágios, eventos e cursos, sendo necessária a criação de regras de convivência para esta ferramenta. E, mesmo nas férias, as informações no “Há Vagas” são mantidas e quantificadas em planilhas mensais. 

 

Tabela 1 – Resultados 2016.1

Divulgação em Carreira e Mercado de Trabalho

EMPREGOS: 173

ESTÁGIOS: 13

CURSOS: 40

EVENTOS: 45

TOTAL: 271

Mala Direta: 03 Empresas/ Consultorias

Comunicação Whatsapp “Há Vagas”: 390 Alunos

Fonte: ESET - Planilha de Controle de Divulgações, 2016.

Iniciou-se, logo, uma mala direta das empresas/consultorias através dos endereços das vagas recebidas.

3.2. Segundo semestre de 2016: Ampliação de Performances

Efetivou-se a interdisciplinaridade para aumento de competências entre os cursos de PSI e GRH, ampliando a extensão com o intercâmbio de vagas e eventos entre os cursos e a visibilidade da ESET (dois cursos; uma extensão). Ampliou-se, também, o whatsapp, “Há Vagas”, para familiares dos discentes de PSI.

A busca pela interdisciplinaridade continuou, dessa vez entre setores internos, com o E3 (Espaço-Estágio-Emprego), com três extensionistas-monitores, que foram treinados pelo período de agosto a dezembro, uma vez por semana, de 9h às 17h. E, assim, atenderam discentes no E3 para elaboração de currículo, postura em entrevista de seleção e dicas em dinâmica de grupo e, também, nas feiras de empregabilidade dos campi Sulacap e West Shopping, apresentando as oficinas “Monte seu currículo com quem sabe” e “Processo seletivo”.  Nas oficinas, foram realizadas simulações de dinâmicas de grupo e entrevistas, totalizando dezesseis no campus Sulacap e oito no campus West Shopping. Após isso, passaram a ser realizados feedbacks das dinâmicas de grupo aplicadas (ressaltando pontos positivos e o que havia necessidade de ser aprimorado nos discentes participantes), enviados por e-mails, pelos respectivos extensionistas-monitores. E, em seguida, esses extensionistas receberam o certificado de Analistas de Carreira.

A interdisciplinaridade para carreira com a ESET e o E3 incentivou alunos de todo o campus para orientação de currículo e postura em entrevista. E, ao comparar os atendimentos realizados em set/2015 com os de set/2016, constatou-se que houve pleno sucesso após ação de monitorias (ESET, GRH e E3). Em set/2015 foram realizados cento e quarenta e nove atendimentos, enquanto que em set/2016 foram atendidos quatrocentos e cinquenta e seis discentes (Fonte: Relatório de Produtividade do E3). No campus Sulacap realizaram-se noventa atendimentos de orientação de carreira (Fonte: E3).   

As apresentações da ESET em eventos continuaram a ser realizadas no III Fórum de Extensão Social da VRA (apresentação oral e banner) e na IV Semana de Psicologia, em Sulacap. Na Semana de Psicologia, houve a participação da coordenadora de GRH, como convidada a relatar sobre sua parceria com a ESET.

Para registro dos eventos, elaborou-se o book da extensão intitulado “Lapidando",  com fotos, datas e títulos dos eventos que contaram com as participações da ESET.

Tabela 2 – Resultados 2016.2

Divulgação em Carreira e Mercado de Trabalho

EMPREGOS: 1.001

ESTÁGIOS: 173

CURSOS:

181

EVENTOS: 63

TOTAL: 1.418

Mala Direta: 269 Empresas/ Consultorias

Comunicação Whatsapp “Há Vagas”: 390 Alunos

Fonte: ESET - Planilha de Controle de Divulgações, 2016.

Aqui destaca-se um aumento significativo de vagas divulgadas, pois tivemos acesso ao banco de vagas do E3, o que aumentou também a mala direta empresarial. E, assim, apresentou-se o empenho de toda equipe e deu-se continuidade à elaboração de novos produtos de conhecimento e às nossas comunicações com a comunidade empresarial e discentes.

3.3. Primeiro semestre de 2017: Novos Produtos e Serviços

A interdisciplinaridade entre campi teve a sua continuidade, dessa vez, com o intercâmbio de conhecimento que ocorreu no campus Teresópolis. Foram eventos como a Carreata Intercampi, com a apresentação das oficinas “Dinâmica de Grupo: a arte de se destacar” e “Elaboração de Currículo: impresso e customizado”, além do minicurso “Entrevistando com Excelência”.

O “Mês do Currículo”, no campus Sulacap, se destacou com apresentação das oficinas “Dinâmica de Grupo: destaque-se” e “Faça seu currículo com quem sabe”. Já no VIII Fórum Anual de Docentes, no campus R9, as ações implementadas pela “Extensão Social Educação e Trabalho” foram apresentadas. 

 

Tabela 3 – Resultados 2017.1

Divulgação em Carreira e Mercado de Trabalho

EMPREGOS:

190

ESTÁGIOS:

90

CURSOS:

159

EVENTOS:

73

TOTAL:

512

Mala Direta: 45 Empresas/ Consultorias

Comunicação Whatsapp “Há Vagas”: 450 Alunos

Fonte: ESET - Planilha de Controle de Divulgações, 2017.

Paralelamente, houve as captações e controles do whatsapp "Há Vagas" e uma limitação no cadastro da mala direta a fim de não haver repetições de endereços. 

3.4. Segundo semestre de 2017: A Expansão de Atuações

Através da busca da ESET por expansão ministrou-se, na V Semana de Psicologia, a aplicação de cinco produtos de conhecimento, tais como: as oficinas “Currículo em Vídeo e PowerPoint: Inovação”, “Dinâmica de Grupo em Processo Seletivo”, “Postura e Imagem Profissional em Seleção de Pessoas”, além dos minicursos “Mapeamento de Competências: estrutura básica em gestão de pessoas” e “Entrevistando com Excelência em Seleção de Pessoas”. Para estes eventos, convidou-se diversas empresas/consultorias por meio de nossa mala direta. Assim, proporcionou-se a oportunidade, não só de apresentar novos conhecimentos aos alunos de PSI, mas também promover a oportunidade das empresas/consultorias conhecerem o trabalho desenvolvido pela ESET, objetivando uma maior aproximação estratégica. As empresas/ consultorias que participaram receberam uma Declaração de Agradecimento, pelo comparecimento.

Em continuidade à interdisciplinaridade entre setores, em parceria com o NAC/GRH, no “Mês do Currículo”, no campus Sulacap, no mês de setembro, realizou-se a oficina “Currículo em Vídeo e PowerPoint: inovação” e “Postura e Imagem Profissional em Seleção de Pessoas”, eventos para todos os cursos do campus.

Criou-se a página da ESET no Facebook, a fim de se divulgar os trabalhos, produtos e serviços e, alcançar maior público, buscando intensificar os objetivos da ESET, através dessa rede social.

Estabeleceu-se parceria com o Comercial Sulacap para apresentação de quatro produtos da ESET (dois para empresas e dois para escolas), voltados aos clientes ou futuros clientes da universidade. Essa é uma relação "ganha-ganha", pois a extensão também amplia seus objetivos e visibilidade. Esses produtos foram apresentados à equipe do Comercial e, na oportunidade, convidamos também a diretoria do campus e a coordenação de Psicologia.

A ESET foi novamente selecionada para apresentação oral, desta vez, no IV Fórum de Extensão, na categoria Inclusão Social. A Carreata Intercampi II está programada para retornar ao campus Teresópolis.

Tabela 4 – Resultados 2017.2 (Parcial)

Divulgação Em Carreira E Mercado De Trabalho

EMPREGOS:

75

ESTÁGIOS:

90

CURSOS:

30

EVENTOS: 33

TOTAL:

228

Mala Direta: 22 Empresas/ Consultorias

Comunicação Whatsapp “Há Vagas”: 474 Alunos

Fonte: ESET - Planilha de Controle de Divulgações, 2017

Nossas quantificações ocorreram até outubro de 2017, portanto, esses resultados são parciais. E a mala empresarial se mantém somente com novos endereços.

4. Sintetizando Alguns Resultados Quantificáveis

Estamos contribuindo, desenvolvendo e divulgando competências teóricas, técnicas e relacionais para a comunidade interna e externa. Os valores da Universidade Estácio de Sá estão aqui representados, porém nem todos mensuráveis - como já especificados neste estudo de caso. Destacamos algumas oportunidades profissionais e a busca constante de credibilidade para futuras parcerias.

 

Quadro 1 – Eventos Realizados

EVENTOS /CAMPI (FEV/2016 À OUT/2017)

PARTICIPAÇÕES

DATAS REALIZADAS

III Fórum de Extensão (Campus João Uchôa)

1

22/09/2016

IV Semana de Psicologia (Campus Sulacap)

1

27/09/2016

Feira de Estágio e Emprego (Campus Sulacap)

16

04/11/2016

Feira de Estágio e Emprego (Campus West Shopping)

8

11/11/2016

Mês do Currículo 2017.1 (Campus Sulacap)

1

11/05/2017

Mês do Currículo 2017.1(Campus Teresópolis)

3

19/05/2017

VIII Fórum Nacional Docente 2017 (Campus R9)

1

02/06/2017

V Semana de Psicologia (Campus Sulacap)

5

28/08/2017 à 30/08/2017

Mês do Currículo 2017.2 (Campus Sulacap)

2

13/09/2017 e 27/09/2017

Parceria ESET e Comercial (Campus Sulacap)

1

23/10/2017

Fonte: ESET - Controle de Eventos, 2017.

A ESET foi selecionada para apresentação oral e pôster no IV Fórum de Extensão Social da UNESA, no campus João Uchôa, de 8 às 17h, em 9/11/2017, na categoria Inclusão Social.

A seguir, são apontados nossos esforços em comunicações para qualificação e empregabilidade

 

TABELA 5 – RESULTADOS 2016 – 2017

DIVULGAÇÃO EM CARREIRA E MERCADO DE TRABALHO

EMPREGOS:

1.439

ESTÁGIOS:

366

CURSOS:

410

EVENTOS:

214

TOTAL:

2.429

MALA DIRETA TOTAL: 339 Empresas/ Consultorias

COMUNICAÇÃO WHATSAPP “HÁ VAGAS”: 474 Alunos

Fonte: ESET - Planilha de Controle de Divulgações, até outubro de 2017.

E, assim com a consciência de nossas realizações somos uma equipe orgulhosa em busca da excelência.

5. Conclusão

 Os resultados da Extensão Educação e Trabalho estão sendo entregues às comunidades acadêmica, empresarial, social e científica. Para a comunidade acadêmica-extensionista: capacitação individual (conhecimentos, habilidades e atitudes) para empregabilidade; aplicação de competências em Gestão de Pessoas (visão generalista) com atuação específica em recrutamento e seleção; atuação prática no campus (academia - empresa); domínio de apresentação em público; consolidação de competências teóricas, técnicas e profissionais, construção de conhecimentos inovadores; aprendizagens ativas e interdisciplinares.

Para a comunidade acadêmica, especificamente o corpo discente (estudantes de psicologia e gestão de recursos humanos), proporciona indicações para oportunidades de trabalhos, estágios, eventos, cursos e outras recomendações que facilitarão a absorção, pelo mercado de trabalho, para seu uso próprio e de seus familiares; orientações para organização de currículos, posturas em entrevista e dinâmica de grupo, entre outros; aprendizagens técnicas, valendo horas para Atividades Acadêmicas Complementares (AAC).

Assim, essa extensão colabora com a maior possibilidade de empregabilidade de todos os seus discentes de Psicologia e Gestão de Recursos Humanos e de seus familiares através de indicações para oportunidades de trabalho, qualificações e comportamentos em processos seletivos; enfim, com inclusão social. Colabora também com o fortalecimento do perfil profissional delineado no Projeto Pedagógico do Curso, agregando esforços na grade curricular.

Para a comunidade empresarial, a ESET proporciona agilização de processos seletivos pela disponibilidade da prestação de serviço profissional em recrutamento e seleção, sem ônus, bem como rapidez de adaptação à empresa, em caso de admissão, pela aplicação da compatibilidade de perfis (empresa - discente).

Para a Universidade Estácio de Sá, campus Sulacap, no longo prazo, a ESET colabora com a marca de diferencial competitivo com atração de clientes (discentes e empresas) e, o fortalecimento da empregabilidade do egresso; ressaltamos, também, a contribuição da parceria com o Comercial do campus.

Este relato de experiência apresenta para a comunidade científica o compartilhamento da relevância dessas ações e a valorização da construção do conhecimento.

Assim, trabalhamos o processo educativo, social e científico que articula o ensino, extensão e pesquisa, visando a valorização das competências acadêmicas, com interdisciplinaridade, com reflexão crítica, de forma indissociável, e viabilizando a relação transformadora entre universidade e sociedade, como propõem as concepções de uma extensão universitária autêntica.

Sobre os Autores:

Fátima Pereira - Doutorado em Psicologia pela UFRJ (2001), Mestrado em Psicologia pela UGF (1995), Especialização em Psicologia do Trabalho pela FGV (1982) e Graduação em Psicologia pela UGF (1978).

Wenbson Fernandes da Silva - Graduando em Psicologia pela Universidade Estácio de Sá (2017).

Referências:

BRANDÃO, Carlos Rodrigues, 1982. Educação popular. São Paulo: Brasiliense. Disponível. Acesso em: 26 ago. 2017.

BRASIL. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF, dez 1996. <htpps://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/tvescola/leis/lei9394.pdf>. Acesso em: 13 out.2017

I FORPROEX - ENCONTRO DE PRÓ-REITORES DE EXTENSÃO DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS BRASILEIRAS, 1987, Brasília. Conceito de extensão, institucionalização e financiamento. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2017.

NOGUEIRA, Maria das Dores Pimentel. Políticas da Extensão Universitária Brasileira. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2005. <http: www.ufmg.br/proex/renex/images/documentos/Pol%C3%ADtica-Nacional-de-Extens%C3%A3o-Universit%C3%A1ria-e-book.pdf>. Acesso em: 13 out.2017.

SOUSA, Ana Luiza Lima. A História da Extensão Universitária. Campinas, São Paulo: Alínea, 2000.

Informar um Erro Publique Seu Artigo