(Tempo de leitura: 19 - 37 minutos)

Resumo: O presente artigo tem como objetivo principal analisar a parte cognitivo e comportamental de uma criança com desenvolvimento natural e outra com autismo, ambas com doze anos de idade. O método utilizado na pesquisa foi de caráter bibliográfico, na forma qualitativa, logo foram realizadas perguntas ao professor e a família, referente as crianças observadas. O objeto de estudo é avaliar uma criança com autismo severo e uma criança que foi adotada, apresentando dificuldades no aprendizado e no convívio com a família que o adotou. Utilizamos as teorias de Jean Piaget, Lev Vygotsky e Albert Bandura para compreender como funciona o aprendizado dessas crianças e o comportamento delas no seu meio, obtendo os resultados sobre esses dois casos. Com o presente estudo conclui-se que os familiares do Transtorno de Espectro Autista encontram dificuldades em encontrar instituições adaptadas para essas crianças, pois necessitam de profissionais capacitados para utilizar as dinâmicas lúdicas facilitando no aprendizado. Já a criança com desenvolvimento natural, os familiares não acham necessária a ajuda de um profissional, por deduzirem que a criança está mudando a fase (puberdade).

Palavras-chave: Autismo; Criança; Desenvolvimento.

(Tempo de leitura: 16 - 31 minutos)

Resumo: O objetivo do presente estudo foi realizar uma apresentação de experimentos realizados com autistas para avaliar habilidades musicais, bem como casos de autistas com a condição savant musical na literatura. Foi realizada uma revisão da literatura, as combinações de descritores utilizados foram: autistic savant musical abilities, autistic OR musical OR ability. As bases de pesquisa foram Google scholar, PubMed/MedLine. Scielo e LILACS Foram inseridos artigos acadêmicos de pesquisas experimentais realizados entre 1977 e 2017, que apresentam as descrições das habilidades musicais desses indivíduos e casos de savants autistas. Tendo em vista a grande quantidade de savants que possuem o Transtorno do Espectro Autista (TEA) compreende-se que pode haver uma relação entre o desenvolvimento dessas habilidades e o déficit em outros processos cognitivos. Acredita-se que este estudo ajude na compreensão de alguns aspectos do autismo a partir da observação de suas habilidades excepcionais e da relação destes com um objeto de interesse, a música.

Palavras chave: autismo; savantismo; habilidades musicais; cognição;

(Tempo de leitura: 9 - 17 minutos)

Resumo: Este artigo possui o objetivo de resumir, ainda que brevemente, a história dos sonhos e seus avanços científicos ao longo dos séculos até a contemporaneidade, além de contar um pouco sobre como as antigas civilizações viam os sonhos e o que significava para as suas vidas. Será mostrado um levantamento histórico sobre antigas culturas até os tempos atuais e mostrará o que já foi avançado acerca desse curioso tema, sobre as atividades oníricas, que foram sempre um grande mistério para os povos de todos os tempos e, portanto, faz-se necessário uma pesquisa histórica a fim de levantar o que já se sabe sobre o assunto.

Palavras-chave: Sonhos, História, Civilizações.

(Tempo de leitura: 7 - 14 minutos)

Resumo: Este artigo investigou de forma geral aspectos históricos, sua perspectiva na atualidade, bem como as técnicas atuais de intervenção psicocirúrgica. Logo em seu surgimento as técnicas de psicocirurgia foram alvo de grandes escândalos e insucessos, causando uma má impressão em toda a população, o que se reflete ainda hoje; Perpassamos por alguns aspectos éticos para que se possa ter uma visão mais ampla acerca dos cuidados atuais tomados para que se realize esse procedimento em último caso e de forma que o paciente tenha o total controle sobre a decisão de permitir ou não a intervenção. Para finalizar compilamos rapidamente as quatro técnicas atualmente utilizadas principalmente para o tratamento de pacientes refratários com TOC ou transtorno de ansiedade grave. E identificamos a necessidade de este procedimento continuar evoluindo para atingirmos uma maior eficácia na sua aplicação.

Palavras-chave: psicocirurgia, técnicas, tratamento, TOC

(Tempo de leitura: 12 - 24 minutos)

Resumo: Trata-se de uma pesquisa bibliográfica de cunho qualitativo, com o objetivo de analisar a diferença entre personalidade, temperamento e caráter, definir suas fisiologias e identificar o melhor tratamento para os transtornos de personalidade. Foi realizada pesquisa bibliográfica em artigos e livros. Como resultado, observou-se que o temperamento se organiza em torno de memórias inconscientes estocadas em estruturas do sistema córtico-estriatal. Por sua vez, o caráter se organiza em torno de memórias conscientes, processadas e estocadas no sistema córtico-límbico-diencefálico. A personalidade é o estudo das variações e das diferenças individuais, onde o temperamento e o caráter são considerados traços da mesma. No senso comum, esses três termos são considerados como sinônimos, porém no decorrer do trabalho foi confirmado que este pensamento é precipitado. Existem diversos tipos de transtornos e a melhor maneira de tratá-los é através da psicoterapia, deixando os recursos farmacológicos para os casos mais graves ou para complementar a terapia.

Palavras-Chave: Personalidade. Temperamento. Caráter. Fisiopatologia.

(Tempo de leitura: 16 - 32 minutos)

Resumo: Este artigo consiste numa síntese descritiva e abordagem reflexiva acerca de Demências Frontotemporais, especificamente a Demência Frontal, com elucidação e definição do problema, sinais e sintomas clínicos, exames de confirmação e pistas para uma terapêutica adequada e procura de soluções de melhoria da qualidade de vida para o próprio a curto e a médio prazo. O artigo não deve ser utilizado, jamais, para tecerem hipóteses diagnósticas, muito menos para não-clínicos, nem para levar a conclusões acerca do seu estado de saúde ou de um seu familiar, apenas descreve e dá pistas, numa tentativa de melhor identificar e perceber este tipo de Demência, menos comumente falada. Se por acaso, após ler este artigo ficar com questões sobre a sua saúde ou de um seu familiar, deverá ter calma e consultar um especialista, já que muitos sintomas e sinais são idênticos em várias situações clínicas, além de que há terapêuticas que ajudam a manter a qualidade de vida na grande maioria dos casos, havendo até casos demenciais que podem ser reversíveis (os não degenerativos por ex., provocados por carência extrema de vitamina B12, ou ainda os de origem vascular, sobretudo acidentes isquêmicos). De qualquer forma, apenas um especialista poderá chegar a conclusões diagnósticas, pelo que em caso de dúvida, deverá com tranquilidade consultar um.

Palavras-chave: Demência, Neuropsicologia, Diagnóstico.

(Tempo de leitura: 14 - 28 minutos)

Resumo: Cada vez mais se dá mais importância à reabilitação neuropsicológica e às possíveis intervenções provenientes desta. Desta forma, com este trabalho proponho o enquadramento histórico do conceito reabilitação neuropsicológica e das suas diferentes abordagens. Cosenza, Fuentes e Diniz (2008) escrevem que Alcmão de Crotona, já em 500 a.C, defendia que havia uma relação importante entre o cérebro e os processos mentais. Como em todas as ciências e disciplinas existem sempre divergências teóricas e práticas que levam o individuo a querer descobrir, através de investigação científica, sempre mais. 

Palavras-chave: reabilitação neuropsicológica, intervenções, enquadramento histórico, cérebro, processos mentais, investigação

(Tempo de leitura: 11 - 22 minutos)

Resumo: As emoções interferem (intervém) em nossas ações cotidianamente, dificultam o raciocínio lógico e interferem em nosso aprendizado. Participam, nesta etapa, partes importantes do cérebro que realizam suas funções de acordo com a participação (intervenção) do ambiente, o equilíbrio, mudanças efetivas, estímulos e emoções na promoção do conhecimento. Estabelecer quais partes do cérebro participam deste conjunto de emoções/aprendizagem e quais interferências são salutares para que a criança assimile e acomode seus saberes. O método empregado é fruto da observação “in loco” e de pesquisas bibliográficas de renomados autores. Com isso, pretendemos conhecer os resultados das interferências que o educador pode realizar e quais respostas se obterão, quando associados método cognitivo e práticas psicológicas na promoção do conhecimento.

Palavras-chave: Interferência, Afetividade, Aprendizagem, Cérebro.

Página 1 de 3

Curso online de

Psicologia Organizacional: Recrutamento e Seleção

 Psicologia Organizacional: Recrutamento e Seleção

Aprofunde seus conhecimentos e melhore seu currículo

Carga horária:  120 Horas

Recém Revisados