(Tempo de leitura: 5 - 9 minutos)

Resumo: O presente estudo tem como objetivo mostrar principais causas e sintomas da depressão pós-parto e a importância de seu diagnóstico precoce. A doença acontece nos primeiros meses de vida, na fase do puerpério, envolve a interação de fatores orgânicos, hormonais, psicossociais e a predisposição feminina. É um dos transtornos que mais acomete as mulheres, ganha destaque por sua relevância social e clínica, e pelo aumento de sua incidência nas últimas décadas. Optou-se por desenvolver uma pesquisa de revisão sistemática sobre o tema, por meio da análise e estudo de artigos.

Palavras chaves: depressão pós-parto, puerpério, mãe.

(Tempo de leitura: 10 - 19 minutos)

Resumo: O presente trabalho aborda a temática da depressão infantil, tendo como objetivo demonstrar quais fatores são indicativos de depressão infantil, explicando seu conceito, principais etiologias, sintomas e tratamentos dessa patologia. A depressão infantil é um transtorno de humor encontrado em crianças e adolescentes, cuja faixa etária varia de 0 a 19 anos de idade e não pode ser baseada sob a ótica de apenas um fator, visto que ela é multifatorial, ou seja, para diagnosticar uma criança com essa patologia devem-se levar em consideração os fatores genéticos, ambientais, familiares, sociais, culturais e educacionais em que a criança está inserida. A depressão na infância é caracterizada como uma associação de vários sintomas, sendo o humor irritável e a tristeza os mais sinais mais frequentes. O diagnóstico e tratamento são mais eficientes quanto mais cedo detectados e realizados e a família e escola exercem grande influência na existência de quadros depressivos na infância.

Palavras-chave: Criança. Depressão infantil. Psicologia infantil.

(Tempo de leitura: 14 - 28 minutos)

Resumo: O presente artigo apresenta  uma revisão bibliográfica sobre conceitos gerais de Autismo e Síndrome de Asperger. Tem como objetivo apresentar de forma clara e sucinta definições sobre a temática, elencar as principais características de indivíduos com o transtorno, assim como verificar suas interações sociais, principalmente nos âmbitos familiar e escolar. A educação inclusiva para estes indivíduos também é verificada neste material.

Palavras-chave:  Autismo. Síndrome de Asperger. Interações sociais. Educação inclusiva.

(Tempo de leitura: 7 - 13 minutos)

A Prática do Yoga como Tratamento Alternativo na Intervenção do Transtorno da Ansiedade: História do Yoga como uma Prática de “curas” Milenar

Resumo: Partindo do pressuposto que no futuro boa parte da população sofrerá com algum tipo de TA (transtorno de ansiedade), analisamos e verificamos que o yoga pode ser utilizado como tratamento alternativo para esse problema, e assim, contribuir positivamente e com grande escala de boas recuperações na vida das pessoas. A ansiedade é um “mal” que afeta o psicológico somatizando no físico. Portanto, o foco desse estudo bibliográfico é mostrar como a prática do yoga vem mediar o problema do TA trazendo vários benefícios e bem-estar para as pessoas. Denotamos que as teorias acerca dessa modalidade de tratamento são inovadoras, mas que já é comprovadamente eficaz e relevante, assim como bem-sucedida e com boa relação custo-benefício no tratamento dos transtornos de ansiedade.

Palavras-chave: Transtorno da Ansiedade, Yoga, Eficácia, Tratamento alternativo.

(Tempo de leitura: 12 - 23 minutos)

Resumo: O TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo caracteriza-se por obsessões ou compulsões que interferem significativamente na vida do indivíduo, impossibilitando-o muitas vezes de conviver socialmente com outras pessoas. As causas podem estar ligadas a fatores biológicos, psicológicos e com experiências precoces de vulnerabilidade. Existem evidências de que o contexto familiar contribui e influencia para o surgimento de pensamentos e impulsos que se tornam inaceitáveis. O tratamento pode ser feito com recursos farmacológicos e psicoterápicos, os melhores resultados são obtidos com essa combinação de recursos. É imprescindível conhecer o problema, suas características e possíveis causas para que se tenha maior controle sobre esse Transtorno, possibilitando obter um diagnóstico precoce e intervir nas causas. O presente artigo baseou-se na busca de livros, artigos, revistas que abordam esse tema e tem por objetivo caracterizar e reconhecer os fatores sociais e ambientais que podem levar o indivíduo a desenvolver o Transtorno Obsessivo Compulsivo.

Palavras-Chave: Transtorno, Obsessões, Compulsões, Sofrimento, Vulnerabilidade.

(Tempo de leitura: 10 - 19 minutos)

Resumo: A internet pode ser considerada indispensável no cotidiano das pessoas de diversas faixas etárias, principalmente jovens e adolescentes. Sua acessibilidade e seu uso aumentam a cada dia, pois está disponível em qualquer smartphone, tablet ou computador. Baseado nisto, este estudo aborda as características psicológicas e os principais sintomas apresentados pelo indivíduo dependente da internet. A forma de diagnóstico e o tratamento que tem demonstrado resultado também são relatados. Muitas vezes este transtorno é subestimado pelo fato das pessoas acharem que mantém sob controle as horas que passam on-line, o que não é verdade, pois elas é que são controladas pelo mundo virtual.

Palavras-chave: Dependência de internet, Sintomas, Diagnóstico, Tratamento.

(Tempo de leitura: 9 - 17 minutos)

Resumo: A fobia social é um transtorno mental de ansiedade social que traz sofrimento e sentimento de incapacidade, prejudicando o sujeito em seu âmbito acadêmico, profissional e social. A psicoterapia cognitivo - comportamental é uma das principais formas de tratamento, unindo-se a farmacoterapia. Esse artigo tem como objetivo realizar uma revisão bibliográfica sobre a este transtorno, analisando suas características, comorbidades, assim como os métodos e modelos de tratamento utilizados na psicoterapia cognitivo - comportamental.

Palavras-chave: Fobia social, Terapia cognitivo-comportamental, Tratamento psicoterapia.

(Tempo de leitura: 18 - 35 minutos)

Resumo: O presente trabalho de pesquisa tem como objetivo descrever o cuidado ao sujeito psicótico na perspectiva das Políticas de Saúde e da Família. Trata-se de um estudo bibliográfico do tipo exploratório e de natureza qualitativa. Como instrumentos de pesquisa, utilizou-se de estudos já abordados por alguns autores em relação ao assunto, bem como coletas feitas em bancos de dados online, através de livros, artigos científicos, teses de mestrado, os quais serviram de embasamento teórico para o desenvolvimento do referido trabalho. Como resultado desta pesquisa, considera-se que a família não possui conhecimento e suporte necessário para participar do tratamento e do cuidado ao familiar com transtorno mental. Considerando a complexidade do assunto, chega-se ainda a conclusão que é necessária uma análise mais acurada por parte das políticas públicas no sentido de obter possíveis soluções para suprir as deficiências até então observadas.

Palavras-chave: Psicótico, Família, Políticas Públicas.

Página 1 de 9

Curso online de

Transtornos de Ansiedade

 Transtornos de Ansiedade

Aprofunde seus conhecimentos e melhore seu currículo

Carga horária:  60 Horas

Recém Revisados